quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Amor



  " Prometo amar-te até ao limite, beijar-te até à ultima fronteira, correr quando bastava andar, saltar quando bastava correr, voar quando bastava saltar. Prometo abraçar-te com o interior dos ossos, percorrer-te a carne com a fome absoluta, e ir à procura do orgasmo todos os dias, a toda a hora, encontrar a felicidade no doce absurdo que nos soubermos destinar. Prometo falhar. Sem hesitar. Prometo ser humano, aqui e ali ser incoerente, aqui e ali dizer a palavra errada, a frase errada, até o texto errado, aqui e ali agir sem pensar, para que raios serve pensar quando te amo tão desalmadamente assim? Prometo compreender, prometo querer, prometo acreditar. Prometo insistir, prometo lutar, descobrir, aprender, ensinar. Tudo para fizer que prometo falhar. E Deus te livre de não me prometeres o mesmo."

- Pedro Chagas Freitas  


Sei que tenho andado super desaparecida daqui, mas já tantas coisas mudaram dês da ultima vez que falamos, e hoje não é um dos melhores dias, mas resolvi vir aqui dizer que ainda estou viva (não sei por mais quanto tempo, mas ainda estou). Tenho tantas coisas boas para contar, mas hoje o que sinto é um aperto no coração por não ser um bom dia. Mas vou tentar dar as boas noticias, só quero passar boas energias. Nem sei bem por onde começar, aconteceram mesmo muitas coisas. Finalmente a minha mãe conheceu ele, o que tornam as coisas mesmo oficias e que sempre que quiser posso estar com ele e ser feliz. Depois de finalmente serem apresentados já estive com ele muitas vezes e cada vez sinto-me melhor. Está quase a chegar o nosso dia (13) e não vejo a hora de o ver e correr para os braços dele, abraçar-lhe e beijar-lhe. 
Comecei esta publicação com um pequeno trecho do livro "prometo falhar" (que ele ofereceu) e cada vez que leio este pequeno trecho faz-me lembrar dele e de todos os momentos que passamos juntos. Vou tentar não desaparecer por muito tempo e deixar-vos sempre enformados de tudo o que vai acontecendo.

Sem comentários:

Enviar um comentário